SKATEBOARD

progel
18 Mar

O skate é uma das modalidades de esporte radical mais praticadas do Brasil. Segundo a Confederação Brasileira de Skate, existem hoje 8,5 milhões de skatistas em território brasileiro e, de acordo com pesquisa do instituto Datafolha, um em cada dez lares brasileiros possuem no mínimo um praticante da modalidade.

Mas para entender melhor essa enorme identificação do brasileiro com o skate, precisaremos retornar às origens do esporte.

 

HISTÓRIA DO SKATEBOARD

O skate nasceu na Califórnia, em meados do final dos anos cinquenta e início dos anos sessenta. Berço de inúmeras praias em sua costa, a prática do surf já era muito difundida naquela época em meio aos californianos. Foi quando, em Los Angeles, em uma época de maré baixa e monotonia nos mares que banhavam as belas praias da cidade que um grupo de surfistas resolveu solucionar aquele problema levando as pranchas para o asfalto que se deu início a uma nova modalidade de esporte radical – na época chamado de “sidewalk surf”.

 

DIFERENTES TIPOS DE PRÁTICA DE SKATE

É imprescindível para todo amante desse esporte conhecer todos os diferentes tipos de modalidades. São as mais variadas, para todos os gostos:

 

STREET

O Street talvez seja a modalidade mais praticada, por sua flexibilidade e praticidade: você precisa apenas do skate, a rua e sua criatividade. Explorar a cidade e descobrir novos picos para andar e executar as manobras é algo especial para todos que possuem o skate na veia.

 

Atualmente, devido à alta exposição, a modalidade Street possui um campeonato profissional de nível mundial chamado Street League, do qual participam os principais atletas vindos do cenário underground de todas as partes do mundo. Entre esses astros, figura o brasileiro Luan de Oliveira, que chegou a ganhar a Street League em 2015.

 

VERTICAL

O Vertical (também chamado de Vert) é uma das modalidades mais praticadas de skateboarding, sendo que pode ser praticado em diversos lugares: bowl, half-pipe, mini ramp ou grandes rampas de skate. A prática favorita para os que gostam, literalmente, de voar com o carrinho e lugar de execução das manobras mais ousadas e perigosas como o 900º, manobra na qual o atleta – durante um aéreo bastante alto realiza um giro de 2 voltas e meia enquanto está no ar. Se habilita?

 

Ao alcançar um alto nível na prática do skate Vertical, os skatistas mais habilidosos costumam se arriscar na Megarrampa, um tipo de rampa que vem se tornando bastante popular especialmente a partir do final dos anos 90 e da qual o nosso atleta Bob Burnquist é um dos principais idealizadores, sendo inclusive Tetracampeão da Megarrampa.

 

DOWNHILL

O Downhill é a modalidade das ladeiras. Os skatistas que curtem velocidade e adrenalina optam por essa prática. Ao descer as mais inclinadas ruas de asfalto, o atleta executa manobras como slides. Mas cuidado! Geralmente para este tipo de categoria é importantíssimo estar munido de equipamentos de segurança como luvas, joelheiras, cotoveleiras e capacetes.

 

FREESTYLE

Apesar da grande mídia focar, majoritariamente, no Vert e Street, o Freestyle Skateboarding é uma das categorias mais interessantes e antigas do mundo do skateboarding. Com uma grande proximidade ao Street, podemos dizer que grande parte das manobras que se tornaram populares um dia foram testadas no Freestyle.

 

O “Estilo Livre” é caracterizado pela total falta de restrições. A criatividade é a chave para o sucesso nessa modalidade, sendo possível executar movimentos fora do padrão para o esporte radical, como manobras com o skate na vertical e virado com o shape para baixo e diferentes tipos de giro sem nem mesmo sair do lugar.

 

MANOBRAS DE SKATE

Para aqueles que estão iniciando na prática agora, a Oakley preparou um guia com as principais manobras da modalidade:

 

OLLIE

O Ollie é a manobra mais básica do skate, pois serve de base para a realização da maioria das outras manobras. Consiste em “saltar” com o carrinho, tirando ele do chão sem usar as mãos, podendo ser usado para passar por obstáculos ou até mesmo “pegar” uma beirada ou corrimão, executando a famosa manobra Grind.

O Ollie é executado da seguinte forma:

– Posicione o pé de trás exatamente no limite do tail (parte de trás do shape)

– Posicione o pé da frente no meio do shape

– Ao mesmo tempo em que chuta a pra baixo a parte de trás do shape, pule com o skate “chutando” para a frente com o pé que está no meio do shape

 

Para aqueles que ainda não possuem muita prática, o Ollie pode ser um desafio e tanto. Mas não se preocupe, após aprender o Ollie você estará pronto para elevar o nível do seu skateboarding a uma próxima etapa.

 

FLIP

O Flip é um passo depois do Ollie, e existem diferentes tipos de flip. O padrão para essas manobras é o skate executar um giro no seu eixo vertical (ou vertical e horizontal, ao mesmo tempo) durante o Ollie.

Principais tipos de flip:

– Flip

– Double Flip

– Heelflip

– Hardflip

– Varial Flip

– Kickflip

 

DROP

O Drop é um dos principais movimentos a serem aprendidos ao ‘migrar’ do skate horizontal para o vertical. Basicamente, “dropar” é o movimento necessário para partir de uma extremidade da rampa ou bowl para a execução das manobras no pico.

É necessário perder o medo de soltar o peso do corpo e confiar no skate para não cair enquanto está “dropando”. Como pode ser executada em rampas e picos de diferentes alturas, o Drop pode ser uma manobra de alta adrenalina e de certo risco, ocasionalmente.

 

MANUAL

Uma das manobras mais famosas do Street, derivada do Freestyle. Consiste no equilíbrio do skatista enquanto anda com o skate apoiado na parte traseira do carrinho – ou frontal, no caso do Front Manual.

 

VARIAL/SHOVE-IT

Enquanto no Flip o skate executa um giro vertical, no shove-it o carrinho executa um giro 180º, sem o atleta pular ou sair muito do chão.

Já no Varial, o skatista precisa executar o mesmo giro 180º do shove-it, porém durante o Ollie. Este movimento também é conhecido como Pop Shove-It.

 

Esse esporte pode resultar em várias quedas e dores musculares, por isso não deixe de ter o PROGEL sempre na mochila

Faça já o seu pedido e receba o PROGEL em casa:

Ligue 📞 11 2036.0770
📧 Email: progelmassageador@gmail.com

 

Fonte: https://bit.ly/2FfGImb

 

O que é parkour?

11 Mar

Criado na França nos anos 1980, é inspirado em técnicas de salvamento e fugas de emergência performadas por bombeiros.

A palavra é um jeito diferente de escrever parcours – “percurso” em francês. O objetivo do parkour é se deslocar de um ponto a outro (daí o nome) de modo rápido e direto, sem desviar de obstáculos como muros, vãos ou carros. Eles devem ser transpostos com manobras que envolvem saltos, escaladas e nenhum equipamento além do próprio corpo. O espaço ideal para a prática é a paisagem urbana.

Não há um consenso sobre se o parkour é um esporte ou uma forma de expressão corporal. As manobras utilizam técnicas da ginástica olímpica e de artes marciais, mas não existe nenhuma pontuação nem competição entre os traceurs (praticantes).

O parkour surgiu na França, nos anos 1980. O pioneiro David Belle, criado em uma família de bombeiros, se inspirou em técnicas de salvamento e fuga de emergências. Para não hesitar e cometer erros potencialmente fatais, o traceur precisa aprender a controlar o medo. “O preparo mental é tão importante quanto o físico”, diz Eduardo Bittencourt, do grupo Le Parkour Brasil, fundado em 2004.

Ágeis e destemidos – Conheça algumas das principais manobras do parkour

ESCALADA

Feita em paredes e muros. O traceur deve ser ágil e atingir o obstáculo com o corpo em alta velocidade, e usar um dos pés em uma boa altura para dar o impulso vertical. Um muro de três metros pode ser escalado em um segundo.

BIG JUMP

Trata-se de um salto dado de qualquer lugar muito alto (acima de 3 metros de altura). Pode ser também um salto muito longo em distância. A queda, para amortecer o impacto, deve ser seguida de uma cambalhota ou do uso das mãos como apoio. Como em todas as manobras, aqui é também importante cair com a ponta dos pés, para não forçar muito o corpo.

TIC TAC

Nesta manobra, o traceur deve chutar um obstáculo para ganhar impulso suficiente para ultrapassar outro que esteja em seu caminho. Geralmente é realizado em paredes, mas pode ser feito em postes, lixeiras, árvores ou qualquer outro elemento que lhe dê apoio e o ajude a ganhar altura.

SALTO DE PRECISÃO

Uma manobra que exige muito controle: o praticante deve saltar de um ponto a outro e ficar estático na aterrissagem – isso porque ela acontece em lugares onde cair para a frente ou para trás significa um tombo muito feio. Geralmente é treinado em obstáculos baixos para depois ser praticado em lugares mais perigosos.

CAT LEAP

Muitas vezes é usado quando o traceur deveria fazer um salto de precisão, mas a distância impede que ele chegue com os pés ao outro obstáculo. Um dos pés bate primeiro na parede, para absorver um pouco do impacto, e uma das mãos é colocada em seguida, em questão de uma fração de segundo.

KING KONG VAULT

Consiste na transposição de um obstáculo usando as mãos para impulsionar o corpo – como um gorila faria. É um tipo de vault (salto com as mãos) mais usado quando o atleta está em alta velocidade e com o corpo de frente para o obstáculo. Ajuda a alcançar longas distâncias.

Esse esporte pode resultar em várias quedas e dores musculares, por isso não deixe de ter o PROGEL sempre na mochila

Faça já o seu pedido e receba o PROGEL em casa:

Ligue 📞 11 2036.0770
📧 Email: progelmassageador@gmail.com

Fonte: https://bit.ly/2EVAPdS

 

AS MULHERES, O FUTEBOL E O FIM DO PRECONCEITO

progel
04 Mar

A bola para o menino, boneca para a menina. O preconceito com o futebol feminino começa mais cedo do que imaginamos.

 

Mesmo com os incentivos que a modalidade tem tido, o desenvolvimento da categoria ainda é embrionário. A falta de formação e a pouca aposta dos clubes é outro ponto crucial, a falta de condições de treino e de instalações é outra. É necessário uma maior aposta na qualidade das instalações desportivas para apoiar o futebol feminino, pois, terá que existir sempre uma separação na partilha de balneários.

 

As diferenças do futebol feminino para o masculino ainda são abismais nesta fase, começando pelo futebol de formação até ao futebol profissional.

 

O preconceito existe.

 

Há quem diga que mulher não entende nada de futebol, não conhece as regras e a filosofia de jogo, que vão aos jogos para ver os jogadores masculinos, que o seu lugar é em casa.

Longe vão os tempos em que os estádios e campos de futebol eram preenchidos exclusivamente por homens, felizmente hoje a moldura humana num estádio e num campo, está repleta de mulheres, a sua presença é algo completamente normal. Das bancadas para o relvado foi um passo.

 

Hoje já temos equipas femininas em vários escalões da formação, campeonatos distritais e nacionais, europeus, mundiais, Liga dos Campeões, etc.

A posição da mulher do futebol veio para ficar e está em crescendo. É verdade que ainda falta caminhar muito para atingir a igualdade em todos os sentidos, mas estamos no bom caminho e a luta está a ter resultado.

 

Citando a diretora do departamento de futebol feminino da FIFA, Sarai Bareman:

A dirigente enalteceu “o momento fantástico” que o futebol feminino vive em Portugal. É tempo de mostrarem o que é possível para Portugal, em 2017/2018 contam-se 8721 praticantes femininos nas modalidades de Futebol e Futsal.

 

“Vimos isso na equipa masculina e para a equipa feminina diria para acreditar a cem por cento em si mesma, na sua capacidade, na sua paixão, para se aplicar ao máximo e dar cem por cento do primeiro ao último minuto. Que as jogadoras acreditem nelas próprias”

 

“É importante usar este momento para desenvolver o futebol feminino ao nível dos clubes e das suas camadas jovens”, disse, sublinhando a premência da criação de mais academias.”

 

Finalmente, a dirigente da FIFA vincou a sua convicção de ver um dia o futebol feminino atingir uma maior igualdade salarial com o futebol masculino, ao salientar os crescentes movimentos pela igualdade de condições entre géneros e que o futebol não deve viver ‘divorciado’ do mundo empresarial.

“Se há mulheres que estão a jogar futebol todos os dias, a darem o máximo e a fazerem do futebol a sua vida, então precisam de ser valorizadas pelo que estão a fazer. É importante que o seu salário reflita isso”

 

“UM DIA, AS MULHERES IRÃO GANHAR O MESMO QUE OS HOMENS NO FUTEBOL”

Bem-vindas ao mundo do futebol e ao Futebol de Formação, o futebol ganha com a vossa presença.

 

Neste DIA DA MULHER, o a Progel deseja um dia feliz e endereça os parabéns a todas as mulheres!

Confira mais artigos sobre esportes em nosso blog: https://progelsports.com.br/

 

Fonte: https://bit.ly/2Ud5CYJ

Como escolher as luvas de boxe?

progel
25 Fev

Praticar artes marciais envolve um duelo de golpes, um conjunto de movimentos de pernas perfeito, um bom soco, precisão em suas defesas, aptidão física e determinação, força da mente bem focada para nocautear seu oponente e bastante concentração e tática.

Todos os esportes de combate e artes marciais hoje em dia requerem equipamentos esportivos específicos. O Taekwondo requer o uso de um Dobok, Aikido, Karatê, Kung Fu, Judê ou jiu-jitsu de se vestir um quimono.

 

Escolha suas luvas de boxe de acordo com seu nível de prática

Ideal para a prática esportiva, muito importante para relaxar, desenvolver bem seus movimentos e para a autoconfiança, o boxe exige escolher luvas de acordo com seu nível e o uso que fará disso.

Se sua prática for apenas de uma vez por semana – o que é melhor que nada – ou mais esporadicamente, luvas de boxe de baixa qualidade serão suficientes, enquanto que os competidores exigirão um produto de maior alcance e acabamento. Escolher boas luvas quando você é profissional é uma das chaves para ganhar!

Em essência, a frequência de uso determinará muito o preço, o acabamento e a durabilidade do par de luvas: um par de material sintético, como um modelo de entrada, de cerca de R$75 vai durar muito menos que um par deboas luvas de couro que custaram R$200.

A qualidade dos materiais também é uma variável de ajuste na escolha de suas luvas de boxe.

As luvas para boxeador iniciante são fabricadas de forma industrial. Estes serão imitação de couro e PU preto, branco, cinza, todas as cores (as luvas coloridas são um grande sucesso por todo o mundo).

PU é uma sigla para poliuretano, um polímero resistente a rasgos que pode ser muito elástico.

Eles serão, portanto, muito menos caros e tem menos qualidade do que luvas de boxe profissional, que às vezes são feitas à mão e com couro real. Mas não existe necessidade de você ter luvas muito superiores quando sua prática não é tão focada.

Os boxeadores de nível médio podem olhar no meio do caminho, já com as luvas de boxe de melhor acabamento e materiais, contando com costuras reforçadas ou espuma acolchoada.

 

Escolha seu par de luvas por tamanho e peso

Finalmente, o último critério a lembrar na escolha do tipo de luvas: tamanho de acordo com seu peso.

À primeira vista, e quando você não sabe tanto sobre aula boxe, aula de muay thai ou aula de boxe tailandês ou ainda, aula de aeroboxe, a nova tendência das academias, alguém pensaria que todas as luvas de boxe são padrão, universal.

No treinamento esportivo, uma luva muito grande irá diminuir os movimentos.

No entanto, eles se adaptam de acordo com o peso do usuário: o tamanho de uma luva de proteção é indicado em Oz, uma onça em português. Essa medida é utilizada por todo o mundo e ajuda a unificar a compreensão desse equipamento. Uma onça é igual a 28,35 gramas. O Oz representa o peso da luva e, com isso, o nível de sua proteção.

Como resultado, entende-se que quanto maior for o tamanho, maior será o preenchimento e maior será a proteção.

Os tiros de um boxeador pesado (mais de 85 kg) com luvas muito pequenas serão muito difíceis, mas o campo de guarda (proteção) será menor.

Mas, por outro lado, as luvas que são muito grandes retardam a velocidade dos movimentos e os tornam ineficazes.

É por isso que existem diferentes tamanhos, dependendo do peso do usuário.

 

Quais são as marcas de luvas de boxe?

Pode-se pensar que, tal como o guitarrista iniciante que aprende os primeiros acordes, não é a qualidade do material que tem o impacto maior, mas a habilidade do músico.

Não faça questão em ter o Fender Stratocaster de Jimi Hendrix para aprender a tocar violão.

Everlast é uma das referências no campo do boxe. Mas existem várias outras por aí.

Aqui estão as marcas mais comuns de luvas:

 

Adidas,
Bad boy,
Century,
Champboxing,
Domyos,
Elion,
Everlast,
Fairtex,
Hayabusa,
Kwon,
Metal Boxe,
Montana,
Naja,
Opro,
Reyes,
RDX Sports,
Ringhorns,
Rinkage,
Rumble,
Shock doctor,
Tapout,
Twins,
Venum.

Novamente, a diferença entre as marcas será baseada no uso de luvas, na sua prática e em quanto você está disposto a investir nesse tipo de equipamento.­

 

Luvas de boxe são caras?

Todas as marcas oferecem todos os tipos de luvas: luvas de treinamento, luvas de socos, luvas para sparring, luvas de boxe profissionais.

Prestar atenção no equipamento esportivo faz muita diferença, você só precisa entender as diferenças entre eles.

 

Luvas de treinamento e iniciação: cerca de R$75

 

No geral, as suas luvas de iniciação são compostas de espuma moldada flexível com revestimento de couro sintético para absorver os golpes, e fechamento em velcro. Não é preciso muito mais do que isso para os boxeadores novatos nos seus primeiros golpes.

 

Luvas de boxe de gama média : em torno de R$120

 

Para uma prática regular de treino de boxe, muay thai ou boxe tailandês , será necessário concordar em pagar um pouco mais caro, especialmente para evitar a necessidade de renovar o estoque do seu equipamento com muita frequência.

Encontramos nesta gama as marcas Everlast, Venum, Metal Boxing, Montana ou Adidas.

Elas podem ser feitas de couro sintético e incluir vários estofos extras na palma e metacarpo. Serão adequadas para treinamento regular, sem ser um campeão do mundo do boxe, mas já entregam mais conforto durante a prática.

 

Luvas profissionais de ponta: no mínimo R$200

 

Aqui estão as melhores luvas para aulas de boxe, aula de muay thai, boxe tailandês, etc. Altamente resistentes à pressão, são projetados para boxeadoress de alto nível.

O revestimento pode ser feito de couro superior, o que permite que a luva seja durável. Um tipo de luvas de alto padrão pode ser aprovadas pelas maiores federações para uso nos Campeonatos Mundiais e no Campeonato Europeu de Combate de Boxe. Obviamente os investimentos também, são superiores

 

Acessórios complementares

 

Finalmente, depois de escolher suas melhores luvas de acordo com o seu gosto – a cor e estética também importam – é recomendado o uso de bandagens ou luvas para proteger melhor suas mãos e limitar o alcance da transpiração dentro do equipamento. Procure boas marcas e faça a troca de tempos em tempos, além de realizar a higiene correta após os usos.

O seu investimento precisa ser bem pensado, já que você precisa de bons equipamentos, mas sempre de acordo com o que espera do esporte. Seria como ser um pianista aprendiz e com pouco espaço em casa que decide ter um piano de cauda de milhares de reais logo na primeira aula. Falta compatibilidade com a realidade, não é mesmo?

 

Após tanto preparo e treinamento você não pode deixar de ter o PROGEL em sua mochila pós treino para aliviar dores musculares.

Faça já o seu pedido e receba o seu em casa:

Ligue 📞 11 2036.0770
📧 Email: progelmassageador@gmail.com

 

Fonte: https://bit.ly/2tuVD5d

Aula de natação: Confira os Principais Benefícios para Saúde

pro gel
18 Fev

A natação é um dos esportes mais recomendados e completos que existem. Uma das grandes vantagens de fazer aula de natação é que essa é uma modalidade sem impacto, ou seja, não coloca em risco ossos e articulações e pode ser feita por praticamente todas as pessoas, desde bebês e grávidas até idosos.

 

Além de auxiliar na perda de calorias, a natação também ajuda a fortalecer os músculos e ampliar a capacidade respiratória, mas esses não são os únicos benefícios do esporte. Se você está pensando em fazer aula de natação, não deixe de conferir a lista de benefícios a seguir!

 

8 principais benefícios de uma aula de natação

Antes de conhecer os principais benefícios desse esporte aquático praticado por milhões de pessoas no mundo todo, a Rebeca Pugliese, professora de natação da Ecofit, tem uma dica muito importante para dar:

 

“A natação é um esporte relativamente simples, mas a supervisão de um profissional é essencial em qualquer atividade. Passar por uma boa avaliação física e fazer aquecimento e alongamento antes de cair na piscina é essencial. Além disso, somente com a supervisão de um profissional em uma aula de natação você poderá aprender todos os fundamentos e tirar melhor proveito do esporte.”

 

  1. Estimula a perda de peso

A natação é excelente para auxiliar na perda de peso. “Se esse for o seu objetivo, é recomendado fazer aula de natação pelo menos duas vezes por semana e as sessões devem ser intensas”, afirma Rebeca Pugliese, professora de natação da Ecofit.

 

Quem está fora de forma deve começar aos poucos até criar mais resistência e poder aumentar a intensidade do exercício.

 

  1. Aprimora o sistema respiratório

Muitas pessoas não sabem, mas os pulmões são órgãos elásticos que podem contrair e expandir. Sua contração e expansão dependem dos músculos localizados na parede torácica. A natação é um esporte que fortalece esses músculos e também dilata os brônquios, aprimorando o sistema respiratório e aumentando a oxigenação.

 

O esporte é altamente indicado para os asmáticos, já que sua capacidade respiratória melhora significativamente e o ambiente da piscina ainda ajuda a evitar crises.

 

  1. Fortalece as articulações

Uma boa aula de natação ajuda a fortalecer as articulações. Isso ocorre porque a modalidade aumenta os músculos de tamanho e estes, por sua vez, protegem com mais eficácia os tendões e os ligamentos.

 

Além disso, como você já sabe, a natação é um esporte sem impacto. “A água é responsável por eliminar esse impacto, tornando a modalidade mais indicada para quem tem problemas nas articulações”, diz a professora. “Quem faz corrida, por exemplo, sofre muito mais impacto do que quem nada. A natação também lubrifica o interior das articulações e ajuda a aliviar dores causadas por doenças como artrose e artrite”, completa.

 

  1. Desenvolve os músculos

Um dos poucos esportes que trabalham todos os grupos musculares é a natação. Como a água é 12 vezes mais densa do que o ar, para que o nadador se movimente debaixo d’água, deve fazer uma força maior e é aí que ocorre o trabalho de resistência, o princípio básico da tonificação e do desenvolvimento muscular.

 

Tórax, braços, pernas, glúteos, tronco e abdômen são igualmente fortalecidos durante uma aula de natação.

 

  1. Reduz o risco de diabetes tipo 2

Os exercícios aeróbios como a natação são ótimos para reduzir os riscos de diabetes. Uma aula de natação intensa pode queimar até 700kcal, o que diminui o risco de contrair diabetes do tipo 2 em até 10%.

 

  1. Melhora a saúde do coração

“Quando uma pessoa está nadando, os movimentos musculares associados ao trabalho respiratório fortalecem a musculatura do coração”, explica Rebeca Pugliese. “Consequentemente, a gordura presente no órgão é eliminada, tornando-o mais forte e vital”, conclui.

 

Assim, nadar diminui consideravelmente a incidência de doenças cardiovasculares, uma vez que torna o órgão mais capaz de bombear sangue pelo corpo.

 

  1. Promove a circulação

Uma aula de natação com duração de 30 a 40 minutos, se realizada duas vezes por semana, ajuda a melhorar a circulação sanguínea devido ao trabalho dos músculos sob a pressão da água, facilitando o transporte de oxigênio e nutrientes para os órgãos e células e, assim, melhorando a saúde global.

 

  1. Diminui o stress

Um dos grandes males da sociedade moderna é o stress. “As atividades físicas liberam endorfina, o hormônio do bem-estar, responsável por proporcionar sensações de relaxamento e felicidade”.

 

Se você sofre de dores musculares após os exercícios, ALIVIA COM PROGEL!

Faça já o seu pedido e receba o seu em casa:

Ligue 📞 11 2036.0770
📧 Email: progelmassageador@gmail.com

 

Fonte: https://bit.ly/2IboZQ8

Esportes para o verão: Conheça 5 jogos que conquistaram as praias do Brasil!

pro gel
11 Fev

Das quadras para as areias. A chegada do horário de verão aumenta uma hora de sol no Brasil e as praias se tornam uma da melhores saídas para refrescar o calor e, claro, manter o corpo saudável e a mente relaxada. Para isso, nesse período, diversas modalidades esportivas ganham destaque e novos adeptos nas orlas de todo o país. Futebol, vôlei, handebol e até o tênis ganham versões à beira-mar e conquistam o gosto de todos que buscam bem-estar e qualidade de vida. Saiba mais sobre essas atividades e seus benefícios!

 

Praticar esportes é de suma importância para a vida. A ciência aponta que apenas 30 minutos de atividade por dia já faz uma tremenda diferença no bom funcionamento do organismo. E, quando praticamos alguma atividade em contato direto com a natureza, como na praia, esses efeitos são ainda melhores. Por causa disso, uma série de modalidades que eram realizadas em quadras foram parar nas areias. O professor de educação física William Isel explica as razões e os benefícios dessa transição:

 

“Os esportes estão sendo levados para areia por diversos motivos, dentre eles sociais, visto que hoje a disponibilidade de quadras e campos são menores. Um dos principais benefícios de ir para a areia fofa, por exemplo, é que o impacto é menor e por isso aumenta a resistência do corpo. Até por questões ortopédicas, para a lombar, coluna, articularções, tornozelo, por exemplo, é melhor praticar atividades na areia, além de estar ao ar livre e em contato com a natureza”, explica o profissional.

 

5 esportes que migraram das quadras para as areias e que são ótimos para a sua saúde!

1 – Vôlei: Além de desfrutar das belezas da natureza, o esporte é uma boa escolha na hora de fortalecer os músculos, já que trabalha com todos as regiões do corpo. A constante troca de posições também contribui para a melhora do condicionamento físico, além de ajudar em questões como reflexo e rapidez de pensamento, tão necessárias para acompanhar as jogadas.

 

2 – Futebol/altinho: Já tem algum tempo que o futebol de areia (beach soccer) ou o “altinho” (também chamado de “altinha”) fazem parte das praias do Brasil. A prática que teve origem no Rio de Janeiro, hoje é uma febre no país e ajuda aos praticantes no controle de bola, reflexo e mobilidade do corpo. Esses exercícios também são ótimos para tonificar os músculos inferiores.

 

3 – Futevôlei: Para fortalecer os músculos da coxa, panturrilha, abdômen e glúteos a prática se torna uma excelente alternativa. Também é muito conhecida e praticada por todos, sem distinção de sexo ou idade. O futevôlei é um esporte completamente interativo, sendo propício para fazer novas amizades ou ser praticado com a família e amigos.

 

4 – Beach tennis: Um pouco de tênis com vôlei, frecobol e peteca. Dessa mistura saiu o beach tennis. Diferente do tênis tradicional, quando praticado na areia, a modalidade traz um pouco mais de benefícios para o nosso corpo, pelo esforço e as dificuldades que o piso fofo da areia gera. O beach tennis proporciona um bom gasto energético e favorece o fortalecimento dos músculos inferiores e superiores.

 

5 – Handebol: A prática ajuda a melhorar o condicionamento físico e ainda beneficia a saúde cardiorespiratória. A movimentação nas areias ajuda a tonificar os músculos inferiores e superiores, promovendo um corpo saudável e jovial.

 

Exposição ao sol: Cuidados com a pele e com a hidratação do corpo!

Todas as pessoas que praticam esportes ao ar livre, principalmente nas praias, devem ter atenção e cuidado com a pele, já que a exposição ao sol em excesso pode acarretar diversos problemas de saúde. Esteja sempre com o protetor solar na bolsa e passe regularmente em diversos momentos do dia. Além disso, hidrate o corpo de forma regular, antes, durante e após os exercícios físicos!

 

Se você sofre de dores musculares após os exercícios, ALIVIA COM PROGEL!

Faça já o seu pedido e receba o seu em casa:

Ligue 📞 11 2036.0770
📧 Email: progelmassageador@gmail.com

 

Fonte: https://bit.ly/2RMQdML

VOCÊ DEVERIA FAZER AO MENOS UMA VEZ NA VIDA.

05 Fev
Você não precisa pesquisar muito para descobrir os benefícios da trilha. A atividade é agradável, pode ser feita em qualquer ritmo ou altitude. Além disso, o esporte oferece outras vantagens: não exige equipamento (como escalada e caiaque) e você só precisa de um calçado apropriado e uma mochila com seus itens essenciais, como água e alimentos. Mas lembre-se de conferir a dificuldade do trajeto antes e, se for necessário, consulte um guia. Aqui vão alguns motivos pelos quais você precisa embarcar em uma trilha em breve:
 
1. Suas pernas vão ficar torneadas 

A maioria das trilhas contém subidas e descidas, uma ótima combinação de estímulos para as suas pernas. O exercício é semelhante ao simulador de escada, que trabalha toda a parte inferior – glúteos, quadríceps, isquiotibiais e por aí vai!

2. O core se fortalece a cada passo 

Caminhar no terreno duro e inclinado também exige que os músculos do abdômen trabalhem para manter seu corpo estabilizado e reto – ainda mais se você estiver carregando uma mochila. Além disso, com o peso, você vai queimar mais calorias!

3. É uma ótima preparação para outros esportes
Se você está treinando para uma corrida ou quer melhorar o seu condicionamento físico, programar algumas trilhas pode ajudar no seu desempenho em outros esportes.

4. Você vai ficar mais feliz!
Sabe aquele sentimento que você tem quando vê uma bela cachoeira ou olha a paisagem do topo de uma montanha? A ciência revelou que tais experiências beneficiam o seu estado de espírito. Pessoas que passaram 50 minutos andando a pé em meio a natureza relataram menos ansiedade e mais felicidade em comparação com aqueles que andaram perto de veículos, de acordo com um estudo publicado na revista internacional Landscape and Urban Planning.

8 MELHORES DESTINOS PARA PULAR DE PARAQUEDAS NO BRASIL

paraquedas
25 Jan

Repleto de paisagens de tirar o fôlego, muita diversidade cultural e, claro, com um povo acolhedor e cativante, o Brasil é cheio de destinos turísticos incríveis.

E, para quem quer ir além e unir tudo isso com esportes radicais, o nosso país também tem muito a oferecer.

Para que você conheça alguns lugares perfeitos, que unem beleza natural e adrenalina, contamos com o auxílio do paraquedista profissional Humberto Siqueira Nogueira.

E logo abaixo você descobre os melhores destinos tanto para curtir a paisagem quando para saltar de paraquedas. Confira só!

paraquedismo

1. Foz do Iguaçu (PR)

Conhecer esse local que marca a fronteira de três países e conta com uma paisagem natural incrível, as Cataratas do Iguaçu.

Do chão já é uma experiência inesquecível.

E se você é um viajante que vai além e busca roteiros diferentes, imagine então admirar tudo isso dos céus?

Saltando de paraquedas em Foz do Iguaçu você faz exatamente isso!

2. Manaus (AM)

A Amazônia é uma das riquezas naturais mais importantes não apenas do Brasil, mas do mundo.

Com uma floresta extensa, recortada por rios e dotada de fauna e flora exuberantes, é um destino perfeito para quem adora aventura e ar puro.

Além disso, ao saltar de paraquedas na capital do Amazonas, você tem uma visão perfeita de toda essa beleza natural, olhando do alto a floresta e os rios Negro e Solimões.

3. João Pessoa (PB)

João Pessoa é conhecida por suas praias, em especial as de Tambaú, Cabo Branco e Bessa, que contam com água cristalina, clima agradável e a hospitalidade típica do povo paraibano.

Essa união de condições climáticas perfeitas, geografia cativante e muita beleza das praias pode ser admirada melhor ainda em um salto de paraquedas no famoso aeroclube de João Pessoa, com uma área de 300.000 m².

4. Resende (RJ)

O município de Resende, no estado do Rio de Janeiro, pode não ser um dos mais famosos do estado.

Mas ele é um destino muito procurado por quem gosta de roteiros diferentes e busca aventuras fora do padrão.

O principal atrativo da região é o Parque Nacional do Itatiaia, que conta com o Pico das Agulhas Negras, um dos morros mais elevados do país.

E se você pensou que uma forma incrível de admirar a natureza do parque é saltando de paraquedas, então acertou!

5. Rio de Janeiro (RJ)

A Cidade Maravilhosa, claro, não poderia ficar de fora desta lista.

Diverso e encantador em quase todos os aspectos, o Rio de Janeiro tem muitas atrações turísticas: Cristo Redentor, Pão de Açúcar, o Estádio do Maracanã, as praias do Leblon, Ipanema e Copacabana…

Isso para citar apenas alguns.

Todos esses lugares já são lindos vistos do chão, e quando admirados do alto ganham ainda mais beleza.

Então, se você tiver a possibilidade de saltar de paraquedas na terra da Garota de Ipanema, aproveite-a!

6. Fernando de Noronha (PE)

O arquipélago com 21 ilhas de Fernando de Noronha conta com algumas das praias mais bonitas de todo o planeta.

Por isso, é destino quase obrigatório para quem deseja conhecer tudo que o Brasil tem a oferecer em termos de turismo.

E assim como no Rio de Janeiro, tudo fica ainda mais bonito visto do alto, em um salto de paraquedas.

7. Ilha do Mel (PR)

Com vegetação de Mata Atlântica, 35 quilômetros de litoral e bastante isolada (para chegar à península é preciso pegar um barco), a Ilha do Mel é um destino perfeito para quem quer tranquilidade, contato com a natureza e vistas belíssimas.

Mas para garantir que o passeio não acabe se tornando monótono, a ilha também conta com diversas opções de esportes radicais – entre eles, claro, o paraquedismo!

 

8. Boituva (SP)

Diferentemente dos outros destinos aqui da lista, no caso de Boituva o salto de paraquedas não é apenas uma das alternativas de lazer que a viagem oferece; ele é a atração principal.

A cidade abriga o Centro Nacional de Paraquedismo e é referência internacional na prática.

Além de 16 escolas de paraquedismo, Boituva ainda conta com uma ótima estrutura de restaurantes, parques, lojas de equipamentos e saltos disponíveis durante praticamente o dia todo.

É nessa cidade que atletas como Humberto Siqueira Nogueira e equipes de paraquedismo como a Flying Around treinam para trazer recordes nessa categoria para o país.

Esses são alguns destinos que por si só já rendem uma viagem inesquecível por maravilhas do Brasil e que, ao incluir o salto de paraquedas, ficam ainda mais especiais e memoráveis!

Já pulou de paraquedas? Conta pra gente como foi nos comentários!

Vai praticar paraquedismo? Progel Sports te ajuda, use o gel antes ou depois da aventura para relaxar a tensão dos músculos.

Adquira agora através dos seguintes contatos:

📞 11 2036.0770

📧 progelmassageador@gmail.com

Mercado Livre: https://bit.ly/2wV4ZZY

Fonte: https://bit.ly/2UfEHLf

O que acontece no seu corpo enquanto você pedala?

benefícios pedalar
18 Jan

Post na Revista Bicicleta aponta os benefícios que o pedalar traz ao organismo.

Mas, atenção: respeite seus limites físicos e evolua gradualmente

Um bom caminho é começar nos finais de semana, quando o trânsito é mais leve.

Depois, inclua um ou dois dias da semana na sua rotina para o trabalho ou para a escola.

pedalar é saúde

10 minutos: Benefícios na musculatura, irrigação sanguínea e articulações.

20 minutos: O corpo começa a desfazer-se do cortisol, hormônio ligado ao estresse.

30 minutos: Há melhoras a nível cardiovascular, influenciando positivamente nas funções do coração.

40 minutos: Aumenta a capacidade respiratória, melhorando o fluxo de oxigênio e sangue no cérebro.

50 minutos: O corpo libera serotonina e endorfina, as substâncias do bem-estar.

60 minutos: O metabolismo acelera e intensifica o controle de peso, com efeito antiestresse e bem-estar geral.

Fonte: https://bit.ly/2HgL9jC

Antes ou depois de pedalar, não esqueça de usar o Progel Sports!

Adquira agora através dos seguintes contatos:

📞 11 2036.0770

📧 progelmassageador@gmail.com

Mercado Livre: https://bit.ly/2wV4ZZY

Treinamento funcional: os benefícios e quem pode fazer

treinamento funcional
11 Jan

A ideia por trás do treinamento funcional é que cada exercício deve ser mais natural e transitar para a vida diária.

Exercícios de treinamento funcional tendem a ativar mais músculos e, portanto, consomem mais energia.

A atividade se baseia nos movimentos naturais do corpo, como pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar.

Por conta da quantidade infinita de exercícios e possibilidades, costuma ser mais motivador que a musculação.

Como complementos, nos treinos funcionais você pode usar itens como elásticos, cordas, bolas e hastes.

A ideia é focar no aumento da massa muscular, mas sim aprimorar o condicionamento físico e aumentar a força e a resistência do corpo.

Principais benefícios do treinamento funcional

treinamento funcional 2

  • Aumenta a força muscular;
  • Melhora o equilíbrio estático e dinâmico;
  • Desenvolve condicionamento, resistência e agilidade;
  • Desenvolve a percepção dos movimentos;
  • Acelera o metabolismo e queima gordura;
  • Correção da má postura e desequilíbrios musculares;
  • Aumento da estabilidade da região core (saúde da coluna vertebral);
  • Alivia o estresse;
  • Melhora as estruturas afetadas por lesão no processo de reabilitação.

Quem pode praticar treinamento funcional

Essa modalidade já virou febre e continua conquistando cada vez mais adeptos.

Pessoas que já praticam ou, ao longo da vida, já praticaram atividades físicas, certamente se adaptarão melhor a este tipo de treinamento.

Já pessoas sedentárias podem sentir dificuldades para realizar os exercícios.

Em qualquer um dos casos, o correto é passar por uma avaliação com um médico para saber se está apto para a prática da atividade.

Treinamento funcional na prática

O treinamento funcional recruta os estabilizadores do corpo para facilitar o movimento.

A maioria dos exercícios ajuda a restaurar a função da parede abdominal e a melhorar o tempo de reação.

Pessoas já adeptas desse tipo de exercício vão ganhando mais resistência.

E, à medida que vão evoluindo, podem avançar na complexidade usando plataformas de equilíbrio e bola suíça.

Fonte: https://bit.ly/2H7tjPT

Antes ou depois de iniciar o Treinamento Funcional não esqueça de usar o Progel Sports!

Adquira agora através dos seguintes contatos:

📞 11 2036.0770

📧 progelmassageador@gmail.com

Mercado Livre: https://bit.ly/2wV4ZZY