Principais Benefícios mentais do esporte

Benefícios mentais do esporte
13 Mai

Você já ouviu falar que alguém melhorou da depressão após iniciar um esporte? Ou que seu estado emocional mudou após começar a correr por exemplo? Então, veja aqui os principais Benefícios mentais do esporte:

1- Melhora o humor
2- Aumenta a concentração
3- Reduz o estresse e a depressão
4- Melhora a qualidade do sono

 

Nos últimos anos, pesquisas também descobriram que a participação esportiva pode afetar positivamente sua saúde mental. Veja as quatro principais alterações do bem:

 

  1. Esportes melhoram seu humor

Quer uma explosão de felicidade e relaxamento? Envolva-se em uma atividade física. Se você está praticando esportes, malhando na academia ou fazendo um passeio rápido, o esporte provoca a liberação de substâncias químicas cerebrais que fazem você se sentir mais feliz e relaxado. Os esportes coletivos, em particular, oferecem também a possibilidade de se envolver em um desafio satisfatório que melhora sua condição física. Eles também fornecem benefícios sociais, permitindo que você se conecte com colegas de equipe e amigos em um ambiente de lazer.

 

  1. Os esportes melhoram sua concentração

Atividade física regular ajuda a manter suas principais habilidades mentais afiadas e reguladas, o que com a idade tende a diminuir. Isso inclui pensamento crítico, aprendizado e bom senso. Costumo recomendar uma mistura de atividades aeróbicas e de fortalecimento muscular, pois é especialmente mais produtivo. Pesquisas também já comprovaram que participar de atividades esportivas de três a cinco vezes por semana por pelo menos 30 minutos podem fornecer esses benefícios para melhorar a concentração e inclusive a memória.

 

  1. Esportes reduzem o estresse e a depressão

Quando você é fisicamente ativo, sua mente é distraída dos estressores diários. Isso pode ajudá-lo a evitar ser prejudicado por pensamentos negativos. O exercício reduz os níveis de hormônios do estresse em seu corpo. Ao mesmo tempo, estimula a produção de endorfinas. Estes elevam os hormônios naturais geradores de bom humor que podem manter o estresse e a depressão à distância. As endorfinas também tendem à deixá-lo mais relaxado e otimista após um treino intenso. Acredito que mais pesquisas de qualidade são necessárias para determinar a relação entre esportes e depressão, mas costumo recomendar como receita médica inicial após uma consulta: fazer esporte é o melhor remédio para qualquer tristeza e tensão !

 

  1. Esportes melhoram os hábitos de sono

Esportes e outras formas de atividade física melhoram a qualidade do sono. Eles fazem isso ajudando você a adormecer mais rapidamente e aprofundar seu sono (fase do sono onde fazemos a reparação de tecidos, cicatrização e sedimentamos informações). Dormir melhor pode melhorar sua visão mental no dia seguinte, assim como o seu humor. Apenas tome cuidado para não praticar esportes muito tarde no dia. As práticas noturnas algumas horas antes de dormir podem deixar algumas pessoas com muita energia dificultando o sono. Neste caso, troque o horário do esporte.

Fale com seu médico antes de começar qualquer atividade esportiva. Certifique-se de que seu coração esteja saudável o suficiente para exercícios mais intensos.

 

Essa prática pode resultar em dores musculares, por isso não deixe de ter o PROGEL sempre na mochila
Faça já o seu pedido e receba o PROGEL em casa:
Ligue 📞 11 2036.0770
📧 Email: progelmassageador@gmail.com

www.progelsports.com.br

 

Fonte: https://glo.bo/2JXfxwz

Pilates: Guia Para Iniciantes

progel
22 Abr

Nas últimas décadas o pilates conheceu um grande sucesso e se tornou uma das atividades físicas mais procuradas. Os praticantes de pilates buscam, geralmente, mais equilíbrio e qualidade de vida através da prática de exercícios e de um estilo de vida mais saudável.

 

Uma das filosofias pregadas pelo método pilates é justamente o equilíbrio físico e espiritual, que pode ser alcançado por meio de práticas que permitem reconectar o corpo e a mente. O pilates promete uma redescoberta de si mesmo e traz muitos preceitos semelhantes aos pregados pelo yoga.

 

Quando Joseph Pilates criou a disciplina, por volta de 1920, ele se inspirou de diferentes atividades físicas e esportivas, tais quais o kung-fu, o boxe, a ginástica e o hatha-yoga. Sua idéia era oferecer um tipo de atividade física capaz de proporcionar não apenas bem-estar físico, mas também espiritual.

 

Partindo desse princípio, o primeiro objetivo do pilates é a qualidade dos movimentos e não a quantidade ou intensidade, permitindo que o praticante saia da aula revigorado após a prática.

 

Assim, aliando exercícios de força, concentração, alongamento e relaxamento,  além de manter o corpo em forma, o pilates permite manter uma conexão profunda com a mente.

 

Se você tem vontade de fazer aulas de pilates, mas não sabe por onde começar, leia nosso guia e saiba tudo sobre essa disciplina e como fazer aulas.

 

Como são as aulas de pilates?

Inspirando-se em diferentes atividades físicas, Joseph criou o método pilates como uma alternativa de atividade para pessoas com algum tipo de patologia.

O pilates é uma disciplina bastante semelhante ao yoga para iniciantes em alguns aspectos, principalmente no que se refere ao equilíbrio físico e mental. Seu criador se inspirou e buscou influências na filosofia de vida indiana e na medicina tradicional chinesa.

 

Um aspecto muito positivo do pilates é que ele trabalha diferentes grupos musculares ao mesmo tempo. Por meio de movimentos suaves e contínuos, sempre dando ênfase à concentração, os exercícios vão agir no fortalecimento e na estabilização dos músculos centrais do corpo.

 

A prática constante traz equilíbrio entre força muscular e resistência física, além de conectar o corpo à mente, proporcionando maior qualidade de vida e bem-estar. Uma aula de pilates dura em média de 45 a 60 minutos, seja uma aula em grupo ou individual. São trabalhados os músculos mais profundos do corpo, a postura através do alinhamento da coluna vertebral, assim como a respiração.

 

Baseando-se em 6 princípios fundamentais (centro de força, concentração, controle, fluidez, precisão e respiração), os exercícios de pilates têm por objetivo principal desenvolver uma tomada de consciência do próprio corpo como sendo uma extensão da mente e do espírito.

Como escolher suas aulas de pilates?

Escolher fazer aulas de pilates é uma decisão que deve ser tomada com cuidado . Além do custo elevado das aulas, muitos outros aspectos entram em jogo quando se trata de encontrar um curso que corresponda às suas expectativas.

 

O primeiro deles é a escolha do professor, pois ele é a pessoa que orientará o aluno, seja motivando ou corrigindo a postura e os movimentos. Ele é, dessa forma, a chave para a progressão do aluno.

Assim, é natural querer escolher suas aulas de pilates baseando-se nas qualificações do professor. O instrutor de pilates vai acompanhar você ao longo das sessões, logo é muito importante escolher o profissional adequado.

 

Mesmo que uma aula de pilates não dependa apenas do professor/instrutor, ele é a pedra angular do curso, pois se trata de uma disciplina bastante complexa, que necessita da presença de um profissional capacitado para ser bem executada.

 

Dessa maneira, não adianta se precipitar e escolher a primeira aula de pilates que aparecer pela frente. Antes de se inscrever em uma academia é preciso ficar atento a alguns detalhes como: a qualidade das aulas, a formação e o diploma dos professores, se o ambiente onde são dadas as aulas é adequado para a prática da disciplina, etc.

 

Se for contratar um professor particular, a vigilância deve ser a mesma. Não aceite de cara o oferta daquele que cobra mais barato, pois apesar do preço fazer uma grande diferença na hora de decidir, ele não pode ser mais importante do que a qualidade das aulas.

 

Fique atento também às diferentes modalidades de aulas. Por exemplo, se você é do tipo solitário, ou se seus objetivos são mais focados na progressão rápida do que no espírito coletivo, não hesite em procurar a ajuda de uma professor particular para fazer aulas individuais.

 

Porém, tenha em mente que esse tipo de aula é muito mais cara do que as aulas em grupo. Se você não pode investir uma soma tão alta nas aulas, mas gostaria mesmo assim de começar a praticar pilates, então a solução mais simples é fazer aulas em grupo.

 

Uma aula em grupo, quando ministrada por um professor competente, não possui menos qualidade do que uma aula individual. A maior diferença é que dependendo do número de alunos, o instrutor não poderá dar atenção especial a todos e os exercícios serão mais genéricos, de forma a agradar o maior número de pessoas.

 

Essa prática pode resultar em dores musculares, por isso não deixe de ter o PROGEL sempre na mochila

Faça já o seu pedido e receba o PROGEL em casa:

Ligue 📞 11 2036.0770
📧 Email: progelmassageador@gmail.com

Fonte: https://bit.ly/2UqVSt9

12 Benefícios do Pilates que você precisa saber! (o número 4 vai te surpreender)

pilates
26 Ago

Que o Pilates é uma das melhores opções de exercício físico você já sabe, e que ele tem diversos benefícios, você já sabe também. No entanto selecionamos tantos benefícios que até os instrutores vão ficar surpresos com o tamanho da nossa lista de todos os benefícios do Pilates.

O método que surgiu no início do século passado tem como principal objetivo unir o corpo e a mente. Foi a partir desse pensamento e de várias observações que seu idealizador, Joseph Pilates, criou a Contrologia. Mas não se engane, este processo não foi rápido e foi preciso vários anos de estudo assim como uma metodologia projetada a partir do público que estudava.

O método não é um conjunto de exercícios prontos e generalizados. Ele consiste em observar o seu aluno e perceber quais são suas necessidades e assim adaptar os exercícios para alcançar o resultado necessário sempre beneficiando ao máximo o seu cliente.

Assim, todo instrutor tem por obrigação analisar os sinais que o corpo do aluno está dando e a partir de então planejar e desenvolver um conjunto de exercícios que propiciem a integração de mente, corpo e espírito. Essa integração é muito importante no Pilates, pois só assim o indivíduo é capaz de ter o controle completo do próprio corpo.

Como Joseph afirmava, a Contrologia tem por resultado o controle consciente de todos os movimentos musculares do corpo, assim aplicando todos os princípios do método que tem bases em fundamentos anatômicos, fisiológicos e cinesiológicos, que são: Concentração, Controle, Precisão, Centramento, Respiração e Movimento fluido.

  1. Concentração – o objetivo desse princípio é a total concentração no movimento que está sendo realizado para garantir que este seja desenvolvido com a maior eficácia possível;
  2. Controle – o controle do movimento visa um padrão suave e harmônica sempre se concentrando no exercício proposto assim visando aprimorar a coordenação motora e evitando contrações musculares desnecessárias;
  3. Precisão – ele é fundamental para a qualidade do movimento e realinhamento postural, assim controlando o equilíbrio dos diferentes músculos que estão sendo trabalhados no movimento;
  4. Centro – mais conhecido como power house é o foco de todos os exercícios do método, pois o fortalecimento dessa musculatura proporciona a estabilização do tronco e um alinhamento com menor gasto energético aos movimentos;
  5. Respiração – o método enfatiza a respiração e é o fator primordial no início do movimento, e tem sempre que estar sincronizada com a realização dos movimentos;
  6. Fluidez – o objetivo desse princípio é dar leveza ao exercício, com movimentos controlados para que não haja impacto pesados no começo nem no final de nenhum exercício.

Quando estamos falando dos benefícios do Pilates para a mente, nos referimos à origem do método que contou com teorias orientais que pregam a integração entre corpo e mente saudável para obter um organismo melhor. O controle da respiração e a concentração na hora do exercício, que são práticas fundamentais do método, tem origem na yoga, e na medicina tradicional chinesa.

A prática além de tudo também libera dopamina e serotonina, que são hormônios responsáveis pelo prazer e pelo bem estar, assim contribuindo para um melhor controle emocional de quem o pratica.

Fonte: https://bit.ly/2fOd2hB

Você pratica ou gostaria de praticar Pilates? Tem muito atleta que “faz” Pilates dentro de seu planejamento de treinamento, graças a todos esses benefícios que ele proporciona. O Progel indica também! E você? O que acha? Comente aqui!

Leve seu Progel com você para antes e depois dos treinos e exercícios físicos.

 

Esporte na terceira idade traz inúmeros benefícios

terceira idade
18 Jun

Praticar algum esporte na terceira idade é sinal de preocupação com a saúde. O idoso que está disposto a melhorar o seu condicionamento físico é capaz de praticar atividades básicas da rotina sem dificuldade e tem imunidade fortalecida.

Engana-se quem acredita que o esporte na terceira idade é totalmente dispensável. É também durante essa fase tranquila e livre de preocupações que devemos investir em atividades prazerosas e que movimentem o corpo. Desde que orientados por profissionais, os exercícios físicos apenas trazem benefícios à saúde.

 Vantagens do esporte na terceira idade

É na terceira idade em que o corpo humano apresenta mudanças. Quem afirma é Amauri Garcia, coordenador técnico da academia Fórmula. “Começamos a perder tônus muscular, capacidade cardiorrespiratória, alongamento e flexibilidade”, explica o profissional. Para reverter essa situação, basta apostar em exercícios.

A prática de atividades físicas é essencial para a execução da maioria das tarefas do dia a dia. O idoso ativo é capaz de se agachar, caminhar e correr sem apresentar dores. Os exercícios também são responsáveis pela liberação do hormônio chamado de endorfina, que alivia o estresse e combate os efeitos da depressão.

Quem não tem amigos e está se sentindo muito sozinho, também pode encontrar vantagens na prática de atividades físicas e esportes. Os grupos de idosos são ideais para conversar, conhecer novas pessoas, encontrar parceiros e se divertir.

Veja 3 opções de esporte na terceira idade

O primeiro passo para praticar um esporte na terceira idade é ir ao médico. O idoso deve fazer uma série de exames para confirmar que está livre de patologias. Todas as articulações precisam ser analisadas para a identificar possíveis lesões. Após a liberação, é hora de começar os treinos e melhorar a qualidade de vida.

Para evitar lesões e garantir resultados efetivos, você deve contar com o auxílio de  um profissional de Educação Física. Ele irá escolher os melhores exercícios, movimentos e estímulos para melhorar o seu condicionamento físico. Atividades sem orientação são perigosas e devem ser totalmente descartadas. Confira três esportes que podem ser alternativa.

Futebol: o idoso que consegue correr pode praticar a famosa pelada. Junte os amigos para jogar uma partida por semana. Vale investir em treinos na esteira para potencializar o seu condicionamento físico.

Natação: os movimentos praticados na água são livres de impacto e protegem as articulações. O contato do corpo com a água é relaxante e garante sensação de bem-estar.

Dança: é só se jogar nos movimentos e melhorar a sua autoestima. Várias academias contam com aulas de dança para os mais diversos níveis de conhecimento. Escolha o estilo que mais combina com as suas preferências.

E aí, que tal começar a praticar uma modalidade de esporte na terceira idade? Nunca é tarde demais, ainda mais se tem Progel pra ajudar a aliviar!

Fonte: https://bit.ly/2ykfsBn